Com curadoria Instantes Mutantes,  CARUMA é uma exposição coletiva que reúne quinze ilustradores à volta da “fogueira”, onde do fumo nascem obras que pretendem homenagear um ofício ancestral: a Olaria Negra de Bisalhães. Tal como no seu processo de cozedura, em que todos se juntam à volta da fogueira para ajudar a cozer o barro e onde o fumo lhe confere a sua cor negra, nesta exposição juntam-se quinze ilustradores, nacionais e internacionais, para homenagear esta tradição. A visão e a voz dos ilustradores sobre o tema, surge sob a forma de ilustração impressa em risografia, uma técnica de impressão onde o erro pode estar presente, o que confere um toque único a cada impressão.

Cresce o som da caruma a crepitar, só um feixe não chega, é preciso mais e mais para que o fogo possa ficar cada vez mais forte, poderoso e brilhante, e nos mostre a brasa do tempo. Luz, cor, sabedoria e muita, muita criatividade, num conjunto exótico de gotas, melodias e saberes, que fazem despontar o sonho coletivo e a vontade de nunca desistir.

Sois vós, o passado, o presente e o futuro de um novo olhar, de um tesouro repleto de cântaros e bilhas negras, presos com pregos dourados, numa tábua de esperança. Mãos que, sentadas num velho banco, tocam, giram e moldam pérolas negras. Novas mãos surgem, que traçam, ilustram, justapõem e se misturam no tempo.


Eugénia Almeida, Vice-presidente e
Vereadora da Cultura do Munícipio de Vila Real



Inauguração 19 de julho de 2019.

Museu da Vila Velha, Vila Real

Curadoria & design: Instantes Mutantes

Ilustradores convidados: Adamastor, Bafo de Peixe, Carmela, Caroline Kjellberg, ContraFátima Bravo, Eduardo Porto, Daniel Souto, It's a Cat, Maite Garcia, Manuel Puig, Mariana Rio, Pedro Lourenço, Tiago Galo, Ricardo Ladeira.

Com instalação de: Pereira de Sousa. 

Vídeo e fotografia: Paulo Sampaio & Nuno Sampaio


Using Format